Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

Abril Verde terá mais de 40 atividades

Publicado em 02/04/2019 às 18:46 - Atualizado em 03/04/2019 às 16:14

 

“As milhares de vidas perdidas de forma parcelada, em acidentes de trabalho, devem causar em nós a mesma comoção de uma grande tragédia. Não podemos nos acostumar com isso”, disse o Procurador do Ministério Público do Trabalho (MPT) em Joaçaba, Anderson Luiz Corrêa da Silva, em sessão na Câmara de Vereadores de Joaçaba de terça-feira (02), ao lançar a programação do Abril Verde, um mês voltado a conscientização sobre saúde e segurança no trabalho. “Precisamos elevar o nosso nível de atenção em relação a prevenção a acidentes de trabalho sem que eles aconteçam, é para isso que existe o Abril Verde”, ressaltou o procurador ao falar para os vereadores que estavam devidamente vestidos com a cor da campanha.      

O Abril Verde é uma iniciativa da Comissão Intersetorial em Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora de Joaçaba (CISTT) e que contará com mais de 40 atividades de conscientização, distribuídas nas cidades de Joaçaba, Herval d’ Oeste e Luzerna. A comissão distribuiu materiais alusivos à campanha.

O procurador falou sobre estatísticas. De acordo com os dados mais recentes compilados pelo Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, site mantido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), em Santa Catarina foram registrados, entre 2012 e 2017, 178,4 mil acidentes e doenças do trabalho, o que representa, em média, um a cada 20 minutos. No mesmo período, foram concedidos, por igual motivo, 132,7 mil auxílios-doença. O impacto previdenciário dos afastamentos foi de R$ 1,3 bilhão, com a perda de 30,6 milhões de dias de trabalho. Em Joaçaba, porém, os números relacionados vem diminuindo nos últimos anos. “Não podemos baixar a guarda e trabalharmos para que diminuam ainda mais”, frisou ele. O convite para a CISTT vir à Câmara foi feito pelo vereador Sergio Favretto.      

 

                                                                    Saiba mais sobre a programação:

Das 41 atividades, estão previstas palestras, oficinas com trabalhadores, atividades de conscientização com a comunidade em geral, simulações de acidentes, ações de prevenção de doenças. Paredão de escalada com 10 metros de atura no qual a população poderá escalar e ter a noção de como é o trabalho em altura, bem como, quais tipos de equipamentos de segurança serão utilizados, concurso fotográfico retratando flagrantes de trabalho não seguro e que distribuirá R$ 2500 em prêmios para as cinco melhores fotografias, caminhada alusiva aos acidentes e mortes, exposição de fotos e, ainda, o seminário de Saúde e Segurança do Trabalhador. A programação pode ser conferida no site www.cmsjoaçaba.com.br.

Fonte: Câmara de Vereadores de Joaçaba (Adriana Panizzi) e, Alessandra de Barros

02-04-19


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Parlamentares Relacionados