Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

Políticas Públicas em debate

Publicado em 15/04/2019 às 14:03 - Atualizado em 15/04/2019 às 14:15

 

Dar maior destaque ao significado da palavra ‘políticas públicas’, provocar um debate sobre o tema e incentivar o cidadão a estar inserido neste contexto. Estes foram alguns dos objetivos de um debate promovido na noite de quinta-feira (11), no plenário da Câmara de Vereadores de Joaçaba. O evento foi promovido em parceria entre a Diocese de Joaçaba e o vereador Diego Bairros.

Convidado como palestrante, o Bispo Diocesano Dom Mario Marquez falou do engajamento da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB – em promover a conscientização das pessoas sobre seus direitos e a participar dos espaços de decisão na comunidade. Fraternidade e Políticas Públicas é o tema da Campanha da Fraternidade de 2019. Dom Mario ainda ponderou que a CNBB está trabalhando para conscientizar os cidadãos a serem mais ativos na vida diária das comunidades, opinando mais, participando de associações, conselhos e entidades representativas. Segundo Dom Mario a Igreja precisa ser promotora de cidadania.

Já a secretária de Assistência Social de Joaçaba, Sandra Pinheiro, apresentou as opções disponíveis para que qualquer cidadão possa estar inserido nas políticas públicas existentes no município. Entre elas, os conselhos de assistência social, saúde, educação, habitação, dentre outros. “Para se tornar um membro de algum destes conselhos, é preciso estar inserido nas associações de moradores, clubes de serviço, ou qualquer outra entidade representativa que esteja devidamente legalizada”, explicou ela.

O vereador Diego Bairros, promotor do evento, se disse satisfeito com a qualidade do debate levantado. “Nosso papel enquanto legisladores é promover o debate, trazer a sociedade para o meio da decisão, mostrar para as pessoas que elas tem poder, que elas tem deveres e direitos e que cabe a todos participar, opinar e trabalhar para que as políticas públicas sejam de fato efetivas, contemplem o ser humano de forma concreta, e tão importante quanto isso é trabalhamos para a promover uma cultura de participação da sociedade”. Os participantes pediram para novos encontros deste modelo acontecerem ainda este ano.

Texto: Adriana Panizzi

12-04-19


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Parlamentares Relacionados